Mais dicas
1 ano atrás

Como usar o Uber, facilidade ou polêmica

Como usar o Uber, facilidade ou polêmica
freestocks.org / Flickr

Criado há quase uma década, aplicativo causa calorosas discussões, seja com críticas positivas ou negativas.

São vários os significados para a palavra UBER. Nas ruas é uma gíria que define aquilo que é super, mega, ultra, muito, melhor, algo cool ou simplesmente legal.

Também expressa admiração, surpresa, espanto, além de ressaltar o que é tudo de bom, excepcional. Com toda essa adjetivação positiva os norte-americanos Garrett Camp e Travis Kalanick criaram em 2009 a multinacional UBER, empresa que visava prestar serviços de transporte privado urbano, por intermédio de um aplicativo de celular, permitindo a busca por motoristas baseada na localização próxima.

Sediada na Califórnia a UBER ofereceria um serviço igual ao táxi convencional, que ficou conhecida do público como “carona remunerada”.

Em pouco mais de cinco anos a empresa contava com investidores como Google e Goldman Sachs sendo avaliada em 18,2 milhões de dólares.

Pioneiro no conceito de E-hailing que significa requisitar um táxi através de um dispositivo eletrônico, geralmente um celular ou smartphone, o aplicativo foi lançado em 2010 para Android e iPhone.

No início, a empresa chamava-se UBERCAB e objetivava oferecer um serviço semelhante a um táxi de luxo com veículos top de linha como Mercedes S550 ou Escalade.

Numa escalada assombrosa de investimentos, a valorização de mercado da UBER chegou a 51 bilhões de dólares em 2015.

Três anos após sua criação a empresa ultrapassou as fronteiras americanas, cruzou o oceano e chegou a Londres, Inglaterra.

Também em 2012 o aplicativo passou a oferecer um “UBER áereo” por helicóptero ligando Nova York a Hamptons pela bagatela de 3.000 dólares.

A empresa ressalta não tratar-se de uma empresa de transporte e sim de tecnologia. O desenvolvimento do aplicativo tem por finalidade a conexão de motoristas aos usuários que desejam movimentar-se pelas cidades.

A disponibilidade para desempenhar esse trabalho é alta, em razão de serem dos motoristas a decisão de quando e como querem trabalhar.

A UBER relata também que nenhum dos motoristas parceiros é empregado da empresa e que veio para possibilitar a esses motoristas a ampliação ou aumento dos seus rendimentos em consenso com os cliente e usuários do sistema no sentido de encontrar prestadores de serviço, nesse caso, confiáveis que proporcionem viagens confortáveis.

A comodidade oferecida pela empresa está centrada em ofertar o serviço o tempo todo, todo tempo. Para tanto, basta o usuário baixar o aplicativo e terá os serviços disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana, o ano inteiro.

Uber no Brasil chegou provocando discussões e polêmica

Em nosso país os serviços do aplicativo chegaram em 2014, primeiro no Rio de Janeiro e logo em seguida na capital paulista.

Em todas as cidades do planeta em que foi implantado o Uber foi alvo de protesto por parte de taxistas. Contrários ao aplicativo os taxistas promoveram várias manifestações tanto em Londres, Paris, Rio de Janeiro e São Paulo por considerá-lo ilegal.

Nos últimos quatro anos o UBER provocou a ira dos taxistas brasileiros por não possuir uma lei específica a qual isentava seus funcionários das mesmas regulamentações aplicadas a eles.

A polêmica chegou ao âmbito político sendo discutido e votado na Câmara dos Deputados. Em 28 de fevereiro de 2018, os deputados federais votaram uma versão pró-UBER do projeto de regulamentação dos aplicativos de transporte.

Com uma pequena mudança em relação à proposta do Senado a votação na Câmara dá poder aos municípios para que regulamentar os aplicativos e impor exigências específicas.

Nessa situação o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assinalou que “o mais importante ficou garantido, a regulamentação dos aplicativos será feita pelos municípios, garantindo que cada cidade vai criar sua regra”.

Usuários aprovam o aplicativo

Não é difícil achar quem utilize os serviços do UBER, a maioria aprovando o aplicativo.

Para o estudante Cleiton Santana é só elogios. “Eu sempre achei os serviços do UBER ótimos. Recepção boa dos motoristas que até colocam as músicas que você pede pra tocar no carro.

E, pelo menos das vezes que usei, nenhum dos motoristas pareceu oportunista. Sempre com preço justo”, alega Santana.

O estudante diz ter usado o aplicativo cinco vezes. “O trajeto mais longo que fiz foi do centro até o Parque Tiquatira, na zona leste” concluiu.

A designer Jéssica Meirelles, garante usa o Uber para várias distâncias. “É muito barato. Com o aplicativo, sei como está o trânsito, o tempo que vai demorar para chegar onde estou e quanto vai custar. Vale a pena até em curtas distâncias”.

Lucíola dos Santos é uma das usuárias que comemora. “O melhor de tudo é que podemos ser mais de um passageiro sem pagar nada a mais. Eu e mais duas colegas dividimos os custos e o valor chega a ser bem menos que uma passagem de ônibus. E mais: pega na porta de onde saio e deixa na porta de onde vou”, disse.

O que a empresa oferece

No ano passado a UBER alcançou a marca de quatro bilhões de viagens em todo o planeta. No Brasil, em atividade desde 2014, o aplicativo está disponível na maioria dos Estados e cidades do País, incluindo Belo Horizonte e Brasília.

E não são apenas cidadãos comuns que utilizam os serviços da empresa. Entre outros a UBER já transportou a modelo Alessandra Ambrósio e o cantor sertanejo Michel Teló.

Os ditos “produtos” disponíveis são inúmeros como o uberX (carros compactos, com ar-condicionado e 4 portas. O preço é competitivo e uma opção ideal para locomover-se no dia a dia) e o uberSelect (veículos confortáveis e espaçosos por um preço, em média, até 20% maior do que o do uberX).

Como pagar o Uber

Outra comodidade do aplicativo é o pagamento que pode ser feito de várias formas, como melhor o passageiro se identificar. As modalidades de cartão de débito ou crédito são as mais comuns nos dias atuais, embora também seja possível utilizar dinheiro vivo.

Conheça mais o Felizen

O Felizen é um blog que traz dicas para enriquecer a vida dos usuários, muito além da notícia, conteúdo útil para a vida toda, a todo momento... Leia Mais